Monthly Archives: julho 2015

O COMPONENTE URBANO “PÓRTICO” REVISITADO/ COLLONNADES REVISITED

Texto de: KIM SEOK YEOL, KOREA, em 28/07/2015 (VERSÕES EM PORTUGUÊS E INGLÊS)   PORTUGUÊS/PORTUGUESE: Este artigo tem como objetivo identificar como a cidade pode ser mais responsiva e, gradualmente, transfigurada por elementos (equipamentos) urbanos em diferentes escalas – ao longo do tempo - sem perder suas características e peculiaridades inerentes. Reconsiderar a Polikatoikia (tipologia historicamente dominante na cidade de...
Leia mais

CONDOMÍNIOS FECHADOS – A ORIGEM E EVOLUÇÃO DO FENÔMENO URBANO

Texto de: ANDREIA APARECIDA BARBIERO, em 28/07/2015   Estamos vivenciando uma época onde, seja pela falta de suporte do estado e/ou pela cultura do medo, as pessoas buscam refugiar-se em ilhas de segurança, onde a privatização dos espaços de convívio e equipamentos públicos promove a homogeneidade de classes e ideais e intensifica a cultura da privacidade e do...
Leia mais

PLANEJAMENTO URBANO E A CRIAÇÃO DE ÁREAS VERDES – PRATA, MG

Texto de:

RICARDO SOUZA, 21/07/2015

RESUMO A importância das áreas verdes se revela diante do cenário de degradação urbana que as cidades brasileiras apresentam por causa de um mau planejamento realizado em décadas passadas. A deterioração dos espaços públicos, a perda de função dos mesmos, e a falta de identificação...
Leia mais

PRAÇA ROOSEVELT – AS RELAÇÕES ENTRE ESPAÇO PÚBLICO E SOCIEDADE

Texto de: CARLOS  FAVERO MARCHI, 17/07/2015   A cidade de São Paulo conta com mais de 5.500 praças e 43 parques, alguns deles com maior valor simbólico e icônico na história e desenvolvimento da cidade, como a Praça da Sé, da República e o Parque do Ibirapuera. Nesta lista podemos também citar a Praça Roosevelt. Segundo SOUZA DIAS,...
Leia mais

GESTÃO DO USO DO SOLO COM ENFOQUE AMBIENTAL – XANXERÊ, SANTA CATARINA

Texto de: ROSÂNGELA FAVERO E GEOVANI RAFAEL BATISTA, ARQUITETOS E URBANISTAS (UFRGS) E (UNOESC), 16/07/2015   RESUMO Este artigo questiona os motivos pelos quais, mesmo não apresentando a problemática das metrópoles e grandes centros urbanos, a destruição ambiental nas cidades menores também é exacerbada. Cita indicadores ambientais e destaca a importância da resposta da sociedade em relação a estes. Apresenta...
Leia mais

DESTINAÇÃO DOS RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL – XANXERÊ, SANTA CATARINA

Texto de: ARYANE SPADOTTO E GEOVANI RAFAEL BATISTA, ARQUITETOS E URBANISTAS (UNOESC), 16/07/2015   RESUMO Este trabalho buscou estudar novas estratégias de redução e destinação de resíduos da construção civil, bem como tomar conhecimento sobre o que vem sendo feito com o entulho gerado no município de Xanxerê (distância de 580 km da capital estadual Florianópolis), Santa Catarina, Brasil,...
Leia mais